Politica

Ana Gomes responde ao PS de forma irónica: "Não abdico de usar a minha cabeça"

“César usa o que pode face a Vieira: a César o que é de César. E viva o Partido Socialista"

A ex-eurodeputada socialista já veio reagir ao PS, que se demarcou das suas declarações sobre a transferência de João Félix do Benfica para o Atlético de Madrid. "Não será negócio de lavandaria?", escreveu na altura Ana Gomes no Twitter.

Na carta que os socialistas enviaram ao Benfica, Carlos César não poderia ter sido mais claro: “as opiniões da dra. Ana Gomes refletem apenas uma posição própria e pessoal”.

Hoje, Ana Gomes usou do seu registo habitualmente irónico para agradecer ao partido. "Agradeço ao presidente [do PS] Carlos César o afã de esclarecer o óbvio: não represento o PS e o que digo e escrevo só me vincula", escreveu a diplomata socialista esta manhã de sexta-feira no Twitter.

"Sendo socialista e não apparatchik [funcionário do Partido Comunista da URSS], não abdico de dar uso à minha cabeça... Já César usa o que pode face a Vieira: a César o que é de César. E viva o Partido Socialista", acrescentou.

Recorde-se que Luís Filipe Vieira tinha escrito uma carta a Carlos César pedindo uma clarificação do PS sobre as acusações da ex-eurodepuda socialista.

O presidente do Benfica sublinhava, na missiva ao partido, que "o silêncio continuado do PS pode ser publicamente lido e entendido como aceitação tácito ou, pelo menos, tolerância quanto ao respetivo teor".

A resposta de Carlos César não tardou, e horas depois fazia questão de frisar que o PS "não tomou qualquer posição institucional sobre o assunto objeto dessas informações".