Internacional

Homem vestido de palhaço gera o caos em cruzeiro

O Britannia estava quase a chegar ao seu destino final, em Southampton, no sudeste da Inglaterra, quando a discussão começou no restaurante, no décimo sexto andar do cruzeiro. O que despoletou a situação que deixou três homens e três mulheres com cortes e lesões? Um homem vestido de palhaço.  

Uma discussão num cruzeiro acabou por deixar várias pessoas feridas e obrigou outras a trancaram-se na sua própria cabine durante horas, até à viagem terminar, temendo pela sua segurança. 

Na passada sexta-feira, o Britannia estava quase a chegar ao seu destino final, em Southampton, no sudeste da Inglaterra, quando a discussão começou no restaurante, no décimo sexto andar do cruzeiro. O que despoletou a situação que deixou três homens e três mulheres com cortes e lesões? Um homem vestido de palhaço.  

Depois de já ter bebido, um dos passageiros mostrou-se irritado com as vestes do homem visto serem “extravagantes” e este ter “marcado um cruzeiro que não permitia máscaras”. Rapidamente, as palavras passaram para um confronto fisico que deixou “sangue por todo o lado”, segundo o o correspondente da ITV, "Good Morning Britain", Richard Gaisfordad que estava a bordo do navio. 

"Os passageiros usavam móveis e pratos como armas. Algumas testemunhas disseram-me que estavam com tanto medo que tiveram que se esconder enquanto os grupos  lutavam", acrescentou Gaisford. 

Os envolvidos na luta acabaram por ser fechados nas suas cabines até ao fim da viagem.  A polícia de Hampshire disse à CNN que um homem e uma mulher, presos sob suspeita de agressão, não foram acusados mas permanecem sob investigação. 

"Após um incidente a bordo do Britannia na noite de quinta-feira, podemos confirmar que todos os hóspedes desembarcaram ontem e o assunto está agora nas mãos da polícia local", declarou a agência do Britannia em comunicado, onde lamentaram a situação