Sociedade

Mulher de 50 anos foi encontrada morta na sua própria casa na Madeira

Segundo um comunicado do Tribunal da Comarca da Madeira, divulgado esta terça-feira, o suspeito fica em prisão preventiva.

Um homem é suspeito de ter assassinado a mulher no Jardim do Mar, na Madeira, na noite de domingo. Segundo um comunicado do Tribunal da Comarca da Madeira, divulgado esta terça-feira, o suspeito fica em prisão preventiva.

No comunicado enviado às redações pode ler-se: "foram-lhe aplicadas as seguintes medidas de coação: TIR (termo de identidade e residência) e prisão preventiva". 

Segundo a mesma fonte, "o arguido, com 39 anos de idade, pescador, natural de Câmara de Lobos e residente no Jardim do Mar, foi submetido a primeiro interrogatório pelas 16h05, tendo o mesmo terminado às 17h15 horas."

O arguido, acusado de homicídio qualificado, não prestou quaisquer declarações, segundo o Tribunal.

Segundo o comandante da corporação de bombeiros dessa localidade, aquando da sua chegada a mulher "já era cadáver, já não havia nada a fazer". Sublinhou ainda que as autoridades policiais foram informadas tendo a Polícia Judiciária (PJ) e a polícia de Segurança Pública (PSP) se deslocado ao local.