Internacional

Homem encontra cadáver de bebé congelado depois de abrir caixa com mais de 30 anos

Mãe de Adam Smith dizia que no interior da caixa estava o topo do bolo do seu casamento

Um homem, de 37 anos, encontrou o cadáver de um bebé dentro de uma caixa no congelador, em Saint Louis, Mossouri, nos Estados Unidos.

De acordo com a imprensa norte-americana, Adam Smith viveu sempre com a mãe. A mulher, que morreu no passado dia 21 de julho com cancro no pulmão, guardava a caixa no congelador e alegava que no seu interior guardava o topo do bolo do seu casamento.

“Eu tenho 37 anos, e aquilo esteve no meu congelador durante 37 anos, e sempre me disseram que era a parte de cima de um bolo de casamento”, explicou Adam Smith, acrecentando ainda que o cadáver estava enrolado numa manta cor-de-rosa.

“Ainda tinha pele, cabelo e tudo. Estava mumificado”, revelou.

A mãe de Adam já lhe havia revelado ter perdido um bebé à nascença. No entanto, nunca abordava o assunto. O homem descobriu o cadáver quando precisou de fazer mudanças após a morte da mãe.

A polícia está agora a investigar o caso.