Internacional

O crime que está a chocar a Alemanha. Criança de oito anos morreu depois de ser empurrada para frente de comboio

Uma criança de apenas oito anos foi assassinada por um homem de 40 anos depois de este a empurrar para os trilhos e ser atropelada por um comboio de alta velocidade.

Para além da criança, também a mãe e uma outra mulher de 78 anos foram empurradas pelo homem, mas conseguiram escapar com vida. O episódio aconteceu esta segunda-feira em Frankfurt e está a chocar o país devido aos comentários da extrema-direita uma vez que o homem é de origem eritreira.

A situação agravou-se de tal forma que obrigou o ministro da Administração Interna, Horst Seehofer, a interromper as férias para reunir um gabinete de crise em Berlim. Horst Seehofer classificou o crime como “um assassinato a sangue frio”, pedindo contenção e condenando os comentários assumidos pela extrema-direita, que aproveitou o caso como arma política.

O ministro da Administração Interna considera que “o país está polarizado" e acrescentou que “o sentimento de segurança na população está agora muito afetado”. “Não podemos permitir nem a exploração nem a minimização de crimes por imigrantes”, disse Seehofer.

Entretanto a polícia divulgou o nome do homem que cometeu o crime. Habte Araya chegou à Suíça em 2006, juntamente com três filhos, tendo obtido asilo dois anos depois. Segundo informações obtidas na Suíça, o homem era procurado em Zurque desde a semana passada depois de ter fechado a família em casa e por ter ameaçado um vizinho com uma faca. As autoridades suíças informaram ainda que o homem estava a receber tratamento psiquiátrico.