Desporto

Final da Supertaça Europeia vai ser apitada por uma mulher

Escolha histórica para o futebol

A UEFA anunciou esta sexta-feira que a Supertaça Europeia de futebol, a disputar a 12 de agosto, na Turquia, entre o Liverpool e o Chelsea, será dirigida pela primeira vez por uma mulher.

A francesa Stéphanie Frappart, de 35 anos, foi a escolha da UEFA com o objetivo de trilhar “novos rumos”.

A árbitra, que será a primeira mulher a dirigir um grande evento de futebol europeu masculino, dirigiu a final do Mundial feminino, em França, no passado mês de junho. No europeu feminino, em 2017, Stéphanie Frappart já havia sido a juiz do jogo das meias-finais entre a Holanda e a Inglaterra.

Em França, Frappart tornou-se a primeira árbitra a dirigir um jogo da 'Ligue 1', em abril, entre o Amiens e o Estrasburgo. Em junho, foi anunciado que integraria o quadro permanente de árbitros da competição na próxima época.

A equipa liderada pela francesa será constituída pelas assistentes Manuela Nicolosi e Michelle O'Neal e terá como quarto árbitro o turco Cuneyt Cakir.

"Já referi em várias ocasiões que o potencial do futebol feminino não tem limites e congratulo-me com o facto de Stéphanie Frappart ter sido nomeada para a Supertaça Europeia deste ano, juntamente com Manuela Nicolosi e Michelle O'Neal", disse o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin.