Vida

O estranho caso dos irmãos Bogdanoff

Quanto mais bizarra se torna a aparência dos irmãos, mais fama alcançam

Os irmãos na atualidade DR
Os Bogdanoff conquistavam França nos anos 90 DR
Os antigos apresentadores antes das cirurgias plásticas DR

Igor e Grichka Yourievitch Bogdanoff, irmãos gémeos de 69 anos, têm vindo a desenvolver uma carreira nos universos da ciência e da televisão desde os anos 70. Focando-se na ficção científica e na cosmologia, estiveram envolvidos em variadas polémicas: por exemplo, em 2002, a veracidade da sua tese de doutoramento Fluctuations quantiques de la signature de la métrique à l'échelle de Planck, apresentada três anos antes, foi questionada. No entanto, os franceses de origem russa são mais conhecidos por terem começado a modificar a sua aparência em 1980.

A verdade é que, à medida que o seu aspeto mudava, a audiência dos programas que apresentavam subia e prova disso é 'Temps X' que foi transmitido durante oito anos. Contudo, os irmãos negaram sempre ter-se submetido a cirurgias plásticas e alguns dos seus fãs acreditam que padecem de acromegalia - uma doença que resulta da produção excessiva de hormona do crescimento (GH) e acaba por provocar sintomas como pele espessa e oleosa, alterações da voz e até o aumento das mãos e dos pés.

Em 2016, os gémeos regressaram à fama através de um meme publicado na plataforma 4chan que contava com comentários como "eles estão em contacto com extraterrestres", "têm abilidades sobrenaturais", "podem controlar França com um pulso de ferro" e "são proprietários de castelos e propriedades pelo mundo inteiro" na medida em que alguns utilizadores acreditavam que as figuras públicas tratavam-se de "manipuladores de bitcoin", forma de dinheiro eletrónico.

Sublinhe-se que Igor tem seis filhos: Dimitri, de 43 anos (fruto da relação que manteve com a comediante Geneviève Grad), Sacha, de 29, Anna e Wenceslas (resultado do relacionamento com a condessa Ludmilla d'Oultremont) Alexandre, de 8 e Constantin, de cinco (nascidos durante o seu casamento com Amélie de Bourbon de Parme). Grichka não tem nenhum relacionamento amoroso nem descendência.