Internacional

Polícia pede desculpa por prender e puxar homem negro por uma corda

Os comentários à fotografia acusam a polícia de Galveston de racismo contra a comunidade negra e afirmam que esta atitude remota aos tempos da escravatura.

O chefe da Polícia de Galveston, no Texas, veio a público pedir desculpa, depois de uma fotografia de dois oficiais locais a transportar um homem negro algemado, por uma corda, em plena rua, se ter tornado viral. O detido presente na fotografia é Donald Neely, que as autoridades afirmam ter sido detido por ter invadido propriedade privada.

"Antes de mais nada, devo pedir desculpas ao senhor Neely por esse constrangimento desnecessário", disse Vernon L. Hale III, chefe de polícia da cidade, em um comunicado publicado na página do Facebook no departamento na noite de segunda-feira. “Embora esta seja uma técnica treinada e uma boa prática em alguns cenários, acredito que os nossos oficiais demonstraram pouco julgamento neste caso e poderiam ter esperado por uma unidade de transporte no local de detenção”, pode-se ler.

Os comentários à fotografia acusam a polícia de Galveston de racismo contra a comunidade negra e afirmam que esta atitude remota aos tempos da escravatura.

Na publicação, o chefe da polícia local não diz se os oficiais foram ou não demitidos, mas admite que as técnicas policiais estão a ser revistas e que esta técnica vai deixar de ser utilizada. "Os meus oficiais não tiveram nenhuma intenção maliciosa no momento da detenção, no entanto, nós mudamos imediatamente a política para evitar o uso desta técnica e iremos rever todos os treinamentos e procedimentos montados para os substituir por métodos mais apropriados", disse Hale.