Internacional

Congressista republicana culpa homossexuais, famílias sem pai e Obama pelos tiroteios do último fim de semana

"Esqueci-me de alguém? A lista é longa. E a fúria vai continuar", pode-se ler na publicação de Candice Keller

Candice Keller, congressista republicana do estado do Ohio, nos Estados Unidos fez uma publicação no Facebook onde disse, quem é que na sua visão, tinha culpa dos tiroteios que ocorreram este fim de semana nos EUA. Na longa lista da congressista estão os transgéneros, os homossexuais, as drag queens, as famílias sem um pai, os fumadores de marijuana, o ex-presidente norte-americano, Obama, os atletas profissionais, entre outros.

O presidente do Partido Republicano do Ohio, Jane Timken já pediu a demissão da congressista. “A publicação de Candice Keller no Facebook foi chocante e totalmente injustificável”, disse Jane Timken, em comunicado, citado pelo The New York Times. “A nossa nação está a sofrer com estes atos de violência sem sentido e os funcionários públicos deviam trabalhar para unir as nossas comunidades, não para as dividir. Peço que Candice Keller se demita.”

Publicação de Candice Keller, já eliminada do Facebook:

 

“Depois de cada tiroteio, os liberais começam a atirar culpas. Porque não colocar a culpa onde ela pertence?

A quebra da família tradicional americana (obrigada transgéneros, homossexuais e defensores das drag queen); famílias sem pai, um assunto que ninguém discute ou considera ser relevante; ignorar videojogos violentos; leis frouxas contra criminosos (fronteiras abertas); aceitar a marijuana recreativa; políticas escolares falhas (olá pais que defendem alunos mal-comportados); desrespeito pelas forças de autoridade (obrigada Obama); ódio pelos nossos veteranos (obrigada atletas profissionais que odeiam a nossa bandeira e hino nacional); o congresso democrata com muitos membros declaradamente anti-semitas; a cultura, que ignora a importância de Deus e da Igreja (até elegerem um Presidente); funcionários do Estado que não têm qualquer interesse em aprenderem sobre a nossa Constituição e a Segunda Emenda; e os flocos de neve que não conseguem aceitar um Presidente devidamente eleito.

Esqueci-me de alguém? A lista é longa. E a fúria vai continuar.”