Sociedade

Turista diz que foi agredido pela PSP a bordo de avião em Faro | Vídeo

Jovem alega ter ficado com ferimentos

Um passageiro de um voo da Ryanair, que fazia ligação Faro-Londres, alega ter sido agredido pela Polícia de Segurança Pública (PSP), no aeroporto algarvio.

Ao jornal britânico Mirror, Rafik Boutiche, de 20 anos, garante que a PSP usou “força excessiva” para o retirar da aeronave, depois de ser acusado de empurrar uma hospedeira de bordo que se opôs a que este se mudasse de lugar. Acusação que Rafik Boutiche nega e diz ser “injusta”.

Nas imagens partilhadas nas redes sociais, é possível ouvir um passageiro dizer “está a magoá-lo”, enquanto o autor do vídeo ameaça partilhar as imagens na Internet.

Rafik Boutiche e o amigo com quem estava acabaram por sair da aeronave e tiveram de passar mais uma noite no Algarve.

O jovem alega ainda ter sido agredido e diz que ficou com um corte na mão, magoou-se no pescoço e torceu ainda o tornozelo.

“Somos apenas dois jovens, não procuramos problemas, só queríamos voltar para casa. Nunca vi nada assim, nunca pensei que fosse possível passar pelo que passei", defendeu.