Sociedade

Jerricans esgotados em várias lojas do país. "Isto tem sido uma loucura. Até aqueles que tínhamos em exposição foram vendidos"

Segundo uma das empresas principais de revenda deste produto, sediada no Porto, entre o dia 1 de julho e o dia de hoje foram vendidos 16 mil jerricans, uma diferença de 9 mil comparativamente ao período homólogo. 

A greve dos motoristas de matérias perigosas marcada para segunda-feira já está a ter impacto no setor comercial. Milhares de portugueses já compraram jerricans e este produto já se encontra esgotado em várias lojas de todo o país. 

"Isto tem sido uma loucura. Até aqueles que tínhamos em exposição foram vendidos", disse um funcionário da loja de acessórios de automóveis de Portimão, no distrito de Faro à agência Lusa. Segundo a mesma fonte, em média, cada comprador de jerricans tem levado cerca de três a quatro.

Também numa loja em Braga, já não existem jericans disponíveis. "O aumento da procura começou há cerca de 15 dias e neste momento está totalmente esgotado", contou à Lusa uma funcionária daquela loja.

Segundo uma das empresas principais de revenda deste produto, sediada no Porto, entre o dia 1 de julho e o dia de hoje foram vendidos 16 mil jerricãs, uma diferença de 9 mil comparativamente ao período homólogo.