Internacional

Atirador de El Paso admite que o seu objetivo era matar mexicanos

O tiroteito originou 22 vítimas mortais, delas oito são mexicanos e mais de 20 feridos graves

As autoridades norte-americanas declararam que Patrick Cruisus, o autor do ataque em El Paso, Texas, no fim de semana passado, confessou que o seu alvo eram "os mexicanos".

Segundo o relatório polical do caso, referido pelo detetive Adrien Garcia, quando as autoridades chegaram ao local, o jovem saiu de um veículo parado num cruzamento, de mãos no ar e assumiu de imediato ser o autor do crime. Cruisus disse que iria falar com os detetives e explicou de imediato que o tiroteio tinha como alvo pessoas de nacionalidade mexicana. 

O tiroteito originou 22 vítimas mortais, delas oito são mexicanos e mais de 20 feridos graves. Segundo o procurador de El Paso, vai ser solicitada a pena de morte para Cruisus. No domingo, o Governo do México disse que iria apresentar uma queixa por terrorismo e analisar a extradição do autor do tiroteio.