Sociedade

GNR desmente Pardal Henriques e diz que nenhum motorista foi detido

A GNR enviou um comunicado às redações onde desmentiu ter detido e escoltado dois motoristas de matérias perigosas até Aveiras de Cima, como tinha dito esta tarde Pedro Pardal Henriques. 

A GNR enviou um comunicado às redações onde desmentiu ter detido e escoltado dois motoristas de matérias perigosas até Aveiras de Cima, como tinha dito esta tarde o porta voz dos grevistas, Pedro Pardal Henriques. 

As autoridades afirmam que os quatro trabalhadores que tinham sido notificados sobre as consequências de não comparecerem no local de trabalho e informados que esta falta constituía crime de desobediência.decidiram "voluntariamente" apresentar-se “ para cumprir o serviço.