Economia

Investimento de 33 milhões em Grândola com apoio europeu

A Lauak vai produzir em Grândola peças com processos tecnológicos avançados, nomeadamente para o fabrico do Airbus A320.

O Ministério do Planeamento aprovou o apoio de fundos comunitários ao investimento de 33 milhões de euros da empresa Lauak, do setor da aeronáutica, em Grândola.

O cofinanciamento de 7,9 milhões Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional vai apoiar a criação de 274 novos postos de trabalho, dos quais cerca de 70 serão altamente qualificados e, ao mesmo tempo, possibilitar exportações no valor anual de 30 milhões de euros.

A Lauak vai produzir em Grândola peças com processos tecnológicos avançados, nomeadamente para o fabrico do Airbus A320.

"A economia alentejana reforça, assim, a sua presença num 'cluster' industrial com elevado valor acrescentado, alargando os seus atuais polos geográficos de Évora e Ponte de Sor a novas localizações no território alentejano", lê-se no comunicado do Ministério do Planeamento.

De acordo com o executivo, o projeto em Grândola, negociado ao abrigo do regime contratual com a AICEP, "soma-se ao lote de 150 milhões de euros de outros investimentos empresariais a realizar no Alentejo aprovados no último concurso geral do SI Inovação".