Desporto

Wolfswinkel vai ser operado a um aneurisma

Ex-jogador do Sportinga vai estar afastado dos relvados entre seis meses e um ano. Clube leonino já reagiu: “Um leão nunca verga". 

Ricky van Wolfswinkel, antigo avançado do Sporting, vai ser operado nos próximos dias depois de ter sido diagnosticado um aneurisma cerebral. O ex-avançado holandês do Sporting, entre 2011 e 2013, vai ficar afastado dos relvados “durante um longo período”  entre os seis meses e um ano.

“Nos últimos minutos do jogo [da primeira mão da terceira pré-eliminatória] da Liga dos Campeões, com o LASK Linz, sofri uma pancada na cabeça. Depois do jogo, a equipa médica do Basileia apercebeu-se a gravidade da lesão e fui para o hospital, onde me foi diagnosticada uma concussão”, disse o jogador holandês, num vídeo publicado na página de Facebook do Basileia, clube suíço em que alinha o holandês.

Wolfswinkel explicou que a lesão não está relacionada com a pancada sofrida no decorrer da partida com o LASK Linz, uma vez que já tinha o aneurisma “há algum tempo”: “Nunca tive sintomas, por isso não tinha sido descoberto até agora.”

O ponta-de-lança holandês  de 30 anos disse ainda sentir-se “agradecido por o aneurisma ter sido descoberto a tempo”, pelo que, agora, pretende “recuperar o melhor possível” para poder fazer o que mais gosta, “que é jogar futebol”. E deixou uma promessa: “Vou continuar a apoiar a equipa nos próximos meses”.

O clube de Alvalade já reagiu e nas redes sociais publicou uma breve mensagem: “Um leão nunca verga. Não estás sozinho, a família Sportinguista está contigo”. 

Recorde-se que, Ricky van Wolfswinkel, que joga no Basileia desde 2017, representou o Sporting nas temporadas 2011/12 e 2012/13, tendo disputado 88 partidas e marcado 45 golos com a camisola leonina.

A sua saída do clube de Alvalade foi anunciada no dia em que Bruno de Carvalho foi eleito para a presidência do clube. O jogador foi vendido aos ingleses do Norwich City, por 10 milhões de euros, já que o Sporting já só detinha 35% do passe do jogador. Esta decisão foi um dos últimos atos de gestão de Godinho Lopes. , tinha sido anunciada na sexta-feira pelo clube inglês. O avançado tinha sido contratado pelo Sporting aos holandeses do Utrecht no início da época de 2011-12, por um valor de 5,4 milhões de euros, tendo assinado um contrato válido até 30 de junho de 2016, com uma cláusula de rescisão de 22 milhões de euros.