Desporto

Depois de uma pré-época a encantar os espanhóis, João Félix deixa expetativas elevadas

Está à porta a estreia oficial do internacional português pelo Atlético. Depois de uma pré-época em que encantou os espanhóis, o jogador tem os holofotes virados na sua direção.

É o menino do momento na Liga espanhola. João Félix chegou neste mercado de verão a Madrid e não passou despercebido – inicialmente, até pelos 126 milhões que o Atlético pagou ao Benfica para comprar o passe do internacional português.

O avançado não demorou, contudo, a começar a provar a razão pela qual os colchoneros perderam o amor ao dinheiro. João Félix foi um dos grandes protagonistas da equipa orientada por Simeone na pré-época, destacando-se o jogo com o Real Madrid, com o português a marcar e a assistir na vitória colchonera por 7-3. Mais recentemente, no último ensaio de 2019/20, foi novamente o jogador de 19 anos a dar que falar, desta feita diante da Juventus, de Cristiano Ronaldo, em jogo da International Champions Cup. O ex-Benfica garantiu a vitória da sua equipa com um bis (2-1), mostrando toda a sua classe e eficácia. Foi, aliás, isso mesmo que os espanhóis fizeram questão de salientar nos jornais do passado domingo, revelando estar rendidos ao internacional português.

A verdade é que o talento de João Félix já faz mexer as previsões para o campeonato espanhol, que arranca este fim de semana. De acordo com a imprensa espanhola, este Atlético está preparado para ameaçar o trono do bicampeão espanhol Barcelona e deixar cada vez mais para trás o Real Madrid de Zidane.

As expetativas não podiam estar, por isso, mais elevadas, numa altura em que já começou a ser feita a contagem decrescente para a estreia oficial do internacional português – agendada para este domingo, com a receção ao Getafe.

Jogo grande no Etihad Stadium Na Liga inglesa, o comboio arrancou na passada semana, mas esta segunda jornada volta a prometer, com o jogo grande do cartaz a acontecer no Etihad Stadium, entre Manchester City e Tottenham.

Bernardo Silva, que não jogou na goleada dos citizens ao West Ham, devido a desgaste muscular, deverá voltar a ser opção para o conjunto de Pep Guardiola no encontro deste sábado. Os spurs, finalistas vencidos da última edição da Liga dos Campeões, também entraram na prova com o pé direito, com um triunfo caseiro sobre o Aston Villa por 3-1

Já na segunda-feira há novo encontro digno de registo, com o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, a receber o United no jogo que encerra esta segunda jornada. Recorde-se que na primeira ronda da Premier League, os treinadores portugueses derraparam. Os wolves estrearam-se com um nulo (0-0) na visita ao terreno do Leicester, numa partida em que Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho, Diogo Jota e Ricardo Pereiro foram titulares. Já o Everton, treinado pelo português Marco Silva, não saiu de um nulo (0-0) na visita ao Crystal Palace. A iniciar a segunda temporada à frente dos toffees, Marco Silva voltou a não conseguir vencer na estreia no campeonato.