Sociedade

SEF suspende serviços por falta de profissionais

O SEF sublinha que isto se deve ao aumento da procura por Portugal, nos últimos anos - no ano passado, houve mais de 90 mil estrangeiros a pedirem para viver em Portugal – e não existirem pessoas suficientes para colmatar uma procura tão grande. 

DR  

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras tem 141 mil marcações agendadas para atendimento de imigrantes e já veio a público admitir que as marcações para atendimento de imigrantes estão suspensas de momento, tanto no continente como nas ilhas.

O SEF sublinha que isto se deve ao aumento da procura por Portugal, nos últimos anos - no ano passado, houve mais de 90 mil estrangeiros a pedirem para viver em Portugal – e não existirem pessoas suficientes para colmatar uma procura tão grande. 

Apesar da suspensão dos serviços ir atrasar vários dos serviços, como as renovações das autorizações de residesidência, o SEF acredita ser apenas uma situação temporária e já anunciou que está a decorrer um concurso para a contratação de 116 assistentes técnicos.

Nos priumeiros meses do ano de 2019 foram atendidas mais de 155 mil pessoas em todos os balcões e esperado que até ao final do ano mais 141 mil sejam atendidas.