Economia

‘Crise energética’ acaba hoje

Costa anuncia que limite de abastecimento passa para 25 litros

O primeiro-ministro visitou a Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE), esta segunda-feira de manhã, para avaliar a situação e ser capaz de prever o fim da crise energética e convocar o Conselho de Ministros para esse efeito.

António Costa, em declarações aos jornalistas no final da visita, adiantou que o Conselho de Ministros se vai realizar ainda esta manhã e que um dos pontos da reunião será o fim o fim da crise energética às 24h00 desta segunda-feira. O primeiro-ministro acredita que "levará mais dois a três dias" até estarem completamente ultrapassados os efeitos da greve.

A rede REPA (Rede de Emergência de Postos de Abastecimento) exclusiva acaba já às 10h e o aumento de combustível possível para venda passa de 15 para 25 litros.

"Houve uma vitória do país", afirmou António Costa ao ser questionado se o fim da greve correspondia a uma vitória do seu Executivo. O Governo "não ganhou nem perdeu", porque "não era parte" no conflito, sublinhou.

Recorde-se que a greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas começou na segunda-feira, dia 12 de agosto, tendo sido desconvocada este domingo. Esta terça-feira sentam-se à mesa das negociações.