Sociedade

Pais de meninas gémeas falam sobre estilo de vida das filhas que viviam numa garagem

As autoridades afirmam que o espaço não oferece condições de higiene e que existem muitos "animais, gatos cães e também muito lixo". A garagem não tem janelas nem casa de banho. Para tomarem banho, o pai das menores confessa que utilizam "um alguidar onde aquecemos a água no microondas para depois tormarmos banho". 

Um casal de gémeas foi esta segunda-feira retirado aos pais pelas autoridades, por viverem numa garagem com condições desumanas, sem higiene e serem alegadamente agredidas fisicamente e psicologicamente. 

Em declarações à Sic Notícias, os pais das menores declararam viver no mesmo espaço há 20 anos e afirmam ter tentado inscrever as meninas na escola, no entanto, "por falta de documentação" - nenhuma das meninas tem cartão cidadão - nunca foi possível. 

As autoridades afirmam que o espaço não oferece condições de higiene e que existem muitos "animais, gatos cães e também muito lixo". A garagem não tem janelas nem casa de banho. Para tomarem banho, o pai das menores confessa que utilizam "um alguidar onde aquecemos a água no microondas para depois tormarmos banho". 

No que toca as agressões, ambos negaram tal acusação. Admitem ter discutido várias vezes, no entanto, nunca houve agressão fisíca.