Internacional

Enfermeiro de 59 anos rapta e viola mulher com o objetivo de a manter como "serva sexual"

O homem também é acusado de ter transportado uma pistola para o terreno do hospital em que trabalhava.

James Christopher Webb, de 59 anos, era enfermeiro no WakeMed Hospital, localizado em Raleigh, capital do estado norte-americano da Carolina do Norte. Na sexta-feira passada, o homem foi detido no parque de estacionamento da unidade de saúde por estar acusado dos crimes de abuso sexual, rapto e transporte de arma numa propriedade educacional (expressão que se refere a edifícios públicos destinados a propósitos como administração ou auxílio aos cidadãos). As autoridades sabem que Webb raptou uma mulher, de 39 anos, na cidade de Wilson, a aproximadamente 64km de Raleigh, e "manteve-a ilegalmente perto de si sem consentimento com o propósito de a aterrorizar e mantê-la como serva sexual". Os factos criminosos ocorreram na quinta-feira à noite.

Por outro lado, o arguido transportou uma pistola Smith and Wesson SW380 até ao campus do hospital, assim como um canivete e um punhal. Apesar de se desconhecer se o suposto criminoso detinha as armas enquanto trabalhava, as autoridades ficaram apreensivas. "Nesta situação, em particular, o Departamento de Polícia de Wilson informou-nos das acusações contra o Sr. Webb e trabalhámos em conjunto para proceder à detenção. Esta foi realizada quando Webb chegou ao parque de estacionamento. Levamos a segurança do nosso staff, pacientes, voluntários e visitantes muito a sério e temos medidas de segurança para assegurar que cumprimos este princípio" pode ler-se num comunicado divulgado pelo WakeMed Hospital e partilhado pela ABC11.

Webb encontra-se na prisão do condado de Wake sob uma fiança de 505 mil dólares (o equivalente a 455 mil euros).