Politica

Pardal Henriques abandona cargo de porta-voz do SMMP para "não misturar o que poderia ser interpretado como campanha eleitoral"

A notícia surge na sequência da aceitação do convite, por parte de Pardal Henriques, para encabeçar a lista do Partido Democrático Republicano (PDR) nas eleições legislativas de 6 de outubro.

Pedro Pardal Henriques, advogado e porta-voz do Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas (SMMP) anunciou na tarde desta quarta-feira que abandonará o cargo que desempenhava no sindicato para "não misturar o que poderia ser interpretado como campanha eleitoral". A notícia surge na sequência da aceitação do convite, por parte de Pardal Henriques, para encabeçar a lista do Partido Democrático Republicano (PDR) nas eleições legislativas de 6 de outubro.

Recorde-se que Marinho e Pinto, líder do grupo partidário, anunciou a entrada do antigo sindicalista, no Porto, sendo que este confirmou o seu ingresso no PDR por meio de um comunicado enviado à agência Lusa. "Face ao exposto, e para que pelo menos a minha agenda fique esclarecida, (faltando esclarecer a do porta-voz da ANTRAM e das suas nomeações pelo PS), venho por este comunicar que a partir deste momento não serei mais o porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas, por forma a não misturar o que poderia ser interpretado como campanha eleitoral" é possível ler no agora representante do partido cuja ideologia assenta no centrismo, no localismo e na anticorrupção.