Internacional

Cinco refugiados líbanos fotografaram o quotidiano no campo Ein el-Hilweh com a ajuda da Canon

Os cerca de 450 mil refugiados palestinos que vivem no Líbano representam aproximadamente 10% da população.

Canon
Canon
Canon
Canon
Canon

Mecanismos de superação, atitude positiva e competências: são estas as virtudes destacadas, de cinco refugiados no Líbano, pelo fotógrafo profissional Patrick Baz. Em maio do ano passado, a Canon Europa uniu-se ao Comité Internacional da Cruz Vermelha para iniciar um projeto cujo objetivo era a documentação do dia a dia num campo de refugiados. Neste caso, no campo Ein el-Hilweh, o maior de refugiados palestinos no país anteriormente mencionado. 

“Os jovens têm uma mensagem para transmitir ao mundo, de forma a demonstrar o que acontece aqui, como é a sua vida e como é realmente um campo de refugiados, em que a violência nem sempre é a resposta” explicou Baz, acrescentando que, durante a sua carreira - fez a cobertura de conflitos no Afeganistão, na Bósnia e na Somália -, ajudou "fotógrafos locais a contarem as suas próprias histórias porque, nesta indústria, existe a tendência de contarmos as histórias dos outros".

"Através da fotografia, eles contam as histórias que lhes são importantes e demonstram a realidade do seu dia a dia, ajudando a destacar a importância de uma perspetiva local em expandir a narrativa atual sobre as experiências das comunidades que estão em conflito. Através deste projeto, os participantes desenvolveram competências valiosas que podem ajudá-los a produzir resultados no futuro, e uma grande quantidade dos participantes estão a planear voltar como voluntários remunerados no futuro" pode ler-se no comunicado que a Canon enviou às redações.

Deste modo, para assinalar o Dia Mundial da Fotografia, comemorado na última segunda-feira, a Canon anunciou que as imagens captadas estarão em exibição entre 31 de agosto e 15 de setembro no festival de fotografia 'Visa pour l'image' em Perpignan, em França. Sublinhe-se igualmente que, no próximo dia 6 de setembro, decorrerá o painel de discussão 'Unfiltered' para que a " importância de utilizar fotógrafos locais para documentar histórias dentro das próprias comunidades" seja abordada. 

Através da consulta do site oficial da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente é possível ler que cerca de 450 mil indivíduos palestinos estão registados na UNRWA, no Líbano, e desses, cerca de 50% vivem nos 12 campos de refugiados que há no país representando "aproximadamente 10% da população libanesa".