Internacional

Jovem obrigada a sentar-se no chão de um comboio para amamentar o filho

"Estavam cerca de 50 pessoas na carruagem e ninguém se mexeu. Ficámos no corredor, com assentos de ambos os lados para que eles nos pudessem ver e ninguém se mudou. Obviamente, preferia não ter de me sentar num chão imundo para o amamentar, mas não tive grande escolha"

Uma jovem de 22 anos viu-se obrigada a sentar-se no chão de um comboio para amamentar o filho de um ano, depois de nenhum passageiro lhe ter cedido o seu lugar. O caso ocorreu na passada terça-feira, num comboio que ligava Shropshire a Ludlow, no Reino Unido.

Sophie Molineux e o namorado, Rob Moore, viajavam com o filho de um ano e nem mesmo os passageiros que ocupavam os lugares prioritários se levantaram para o casal se sentar com o bebé. Chester começou a chorar durante a viagem, devido à fome e Molineux teve de se sentar no chão para alimentar o filho.

Em declarações ao Unilad, a jovem diz que os passageiros evitavam olhar para a situação para "não terem de ceder o seu lugar" e admite não ter pedido a ninguém para se levantar, pois acreditava que ao estar junto aos lugares prioritários alguém se iria aperceber da sua necessidade de se sentar durante a viagem, no entanto, tal não aconteceu. 

"Estavam cerca de 50 pessoas na carruagem e ninguém se mexeu. Ficámos no corredor, com assentos de ambos os lados para que eles nos pudessem ver e ninguém se mudou. O Chester está naquela idade em que quando quer ser amamentado apenas puxa o meu top e deixa isso muito óbvio. Foi uma dessas situções e tive de o amamentar. Obviamente, preferia não ter de me sentar num chão imundo para o amamentar, mas não tive grande escolha", confessou.