Politica

Centeno na mira do Bloco

“Autorizações de despesa” são o foco das principais críticas

Um dia depois da entrevista de António Costa ao Expresso, em que o primeiro-ministro criticou o Bloco de Esquerda, a porta-voz bloquista apontou baterias a Mário Centeno, tido como um dos estandartes do Governo.

Em entrevista ao Eco, Catarina Martins aproveitou para avisar que o próximo governante a assumir a pasta das Finanças tem de ser “ministro das Finanças e não da Saúde, da Educação e da Justiça”. 

Em causa estão “autorizações de despesa”, sobretudo para o Serviço Nacional de Saúde, que Catarina Martins diz estarem na secretária de Centeno a aguardar assinatura. Para o Bloco, as autorizações de despesa “são investimento preciso no Serviço Nacional de Saúde. O INEM precisa de ambulâncias e de 300 profissionais. Há hospitais que aguardam pela assinatura do ministro para terem os profissionais e os meios necessários. Não se compreende que continuem a esperar: está nos orçamentos o investimento necessário e não há cativações”, frisa a bloquista. 

Para a bloquista, Mário Centeno está a “paralisar o país” porque é “um ministro que define todas as áreas”, o que leva o país a “perder dinheiro”.