Economia

Em média, o prazo de pagamento de uma fatura em Portugal é de 74 dias

Existem três fatores que contribuem para estes atrasos

Um estudo da Euler Hermes, uma das maiores empresas do mundo em seguro de créditos, citado pela SERES, especialista em serviços de transação eletrónica segura de documentos, mostra que Portugal é – juntamente com a Espanha, a Grécia e os Países Baixos – dos países europeus onde o prazo médio de pagamento de uma fatura mais aumentou. Atualmente, a média é de 74 dias.

O relatório Payment Behaviour 2018 mostra que, em Portugal, uma em cada quatro empresas privadas recebe o devido montante após 120 dias. “Porém, o prazo médio de pagamento varia em função dos diferentes setores de atividade. Assim, o prazo médio de pagamento das empresas portuguesas do setor do retalho é de 17 dias, seguido das empresas do setor da indústria do papel (46 dias) e das empresas do setor das utilities (48 dias). No lado oposto, os setores com prazos de pagamento mais dilatados são o tecnológico e o dos transportes, com um período médio de pagamento de 99 dias”, refere a SERES.

A empresa refere que existem três fatores que contribuem para estes atrasos: “A primeira é que a fatura não chega ao destino. A segunda é a existência de discrepâncias ou erros na fatura. A terceira é que a empresa responsável por fazer o pagamento, não quer ou não consegue pagar a tempo”.

“Quase 50% dos atrasos ocorrem no âmbito dos dois primeiros supostos, os quais surgem no período que vai desde a emissão ao pagamento da fatura e que devem ser evitados nessa fase. Este é um período de tempo no qual, normalmente, o provedor desconhece qual é o estado da fatura emitida”, diz a SERES, em comunicado.