Internacional

Menina de três anos foi sexualmente abusada por segurança que prometeu entregá-la à mãe

Foi apanhado nas câmaras de vigilância a levar a criança pela mão para um corredor isolado

Um segurança de um centro comercial em Sydney na Austrália tinha recebido um alerta de uma menina perdida. O funcionário encontrou-a com rapidez a brincar sozinha num parque infantil do estabelecimento.

Aproximou-se e falou com ela, a criança calçou os sapatos e deu a mão ao segurança, que lhe disse que a iria levar à mãe, e seguiu-o. Mas o homem, como se pode provar com as imagens de videovigilância, acabou por a levar para um corredor isolado, na zona de uma escada de incêndio, onde terá abusado sexualmente dela.

O crime remonta a 2016, mas o segurança só foi julgado agora, tendo sido condenado a quatro anos e meio de prisão.

O homem continua a negar o crime, sublinhando: "Por que faria isso? Basta ver o meu telemóvel e ver quantas mulheres tenho", segundo a imprensa australiana.