Internacional

Boris Johnson confirma suspensão do Parlamento britânico

Decisão provocou uma queda da libra esterlina

O primeiro-ministro inglês, Boris Johnson, anunciou, esta quarta-feira, que o Parlamento vai mesmo ser suspenso durante a segunda semana de setembro e até 14 de outubro, duas semanas antes da data prevista para o Brexit, a 31 de outubro.

"Os deputados terão muito tempo para debater", disse Johnson numa declaração transmitida pela televisão Sky.

O prolongamento da suspensão, que já tinha sido avançado esta manhã, fará parte da estratégia do primeiro-ministro de retirar tempo aos deputados que quisessem apresentar e aprovar leis que proibissem o Brexit sem acordo.

É que Johnson já garantiu que o Reino Unido sairá da União Europeia no último dia de outubro, com ou sem acordo.

A decisão de Johnson provocou uma queda da libra esterlina além da crítica feroz da oposição.