Desporto

Qual será o melhor jogador da época 2018/19?

Vencedor será conhecido esta quinta-feira, no Mónaco, na cerimónia do sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Virgil van Dijk. Este foi o trio nomeado para o prémio de melhor jogador da época 2018/19 para a UEFA, cujo vencedor será conhecido hoje, ainda antes do sorteio da fase de grupos da Champions.

O internacional holandês é, assim, o outsider entre os dois suspeitos do costume, mas pode mesmo tornar-se o primeiro defesa da história a conquistar o troféu individual atribuído pelo organismo que tutela o futebol europeu.

Van Dijk surgiu nesta lista depois de uma época de sucesso pelos ingleses do Liverpool em que se sagrou, recorde-se, campeão europeu de clubes após derrotar (2-0) o Tottenham na final da Champions. Além disso, o internacional holandês foi um dos protagonistas dos reds na Premier League, terminando a competição no segundo lugar, apenas com menos um ponto do que o Manchester City, de Bernardo Silva, que fez história ao conquistar o inédito bicampeonato.

Apesar de ter ficado no segundo lugar, van Dijk foi eleito o melhor jogador do ano da Liga inglesa, recebendo o galardão atribuído pela Associação de Jogadores Profissionais (PFA) de Inglaterra. A distinção que contempla todas as competições – tanto a nível nacional como internacional – em qualquer clube ou seleção nacional, foca ainda a participação do defesa pela seleção holandesa, pela qual saiu finalista vencido da Liga das Nações, prova conquistada por Portugal de... Cristiano Ronaldo.

O internacional português, recorde-se, brilhou ao serviço da equipa das Quinas, competição em que foi o melhor marcador da final four (com três golos em dois jogos). A nível de clubes, e na sua primeira época ao serviço da Juventus – para onde se transferiu depois de quase uma década ao serviço do Real Madrid –, o avançado registou dois troféus, com a conquista da Serie A e a vitória da Supertaça italiana. Com o triunfo no campeonato em Itália, o internacional português bateu mais um recorde, tornando-se o primeiro futebolista de sempre a vencer três das principais Ligas europeias em três países diferentes

Entre todas as competições com a camisola da Vecchia Signora, Cristiano Ronaldo registou 28 golos em 43 jogos.

De notar, de resto, que entre as principais exibições do capitão da seleção portuguesa, o grande destaque da época transata vai para o hat-trick de CR7 ao Atlético de Madrid, no jogo da segunda mão dos oitavos-de-final.

O internacional português voltou a marcar nas duas mãos dos quartos-de-final, contra o Ajax, mas não foi suficiente para a equipa de Turim chegar às meias-finais.

Já Lionel Messi (Barcelona) destaca-se pelas vitórias da Liga espanhola, da Supertaça espanhola, finalista vencido da Taça de Espanha, melhor marcador da Liga dos Campeões e, ainda, vencedor da Bota de Ouro europeia.

No total, o argentino pontuou 51 golos em 50 partidas – uma média de um golo a cada 86 minutos. Apesar de os blaugrana terem sido eliminados nas meias da Champions, o argentino foi o melhor marcador da prova com 12 golos em 10 jogos.