Internacional

Salvini autoriza desembarque de mulheres crianças e doentes de navio de ONG

Salvini sublinhou que esta é uma decisão normal e "como sempre foi feito no passado" podem desembarcar as mulheres, crianças e doentes.

Salvini autoriza desembarque de mulheres crianças e doentes de navio de ONG

Uma das últimas decisões de Matteo Salvini, como ministro do Interior, foi dar luz verde ao desembarque de mulheres, crianças e doentes que se encontravam no navio humanitário "Mare Jonio", que tinha mais de 100 migrantes a bordo. 

Salvini sublinhou que esta é uma decisão normal e "como sempre foi feito no passado" podem desembarcar as mulheres, crianças e doentes. "Mantém-se a proibição de entrada e atracação de um barco que não respeita a lei e apela premeditadamente ao estado de necessidade a bordo”, pode-se ler numa nota divulgada pelo ministério.

Segundo a ONG, entre os 100 migrantes encontravam-se 26 mulheres a bordo, das quais oito estavam grávidas e 28 crianças, das quais 22 têm menos de 10 anos

Na quarta-feira, antes da decisão do Presidente italiano, Sergio Mattarella, o líder da Liga emitiu uma ordem que proibia a entrada do "Mare Jonio" em águas italianas. Sergio Mattarella autorizou Giuseppe Conte a formar um novo Governo, com a participação do Movimento 5 Estrelas e do Partido Democrático no poder, ficando assim excluído a Liga, partido a que pertence Matteo Salvini, antigo ministro do Interior.

Os comentários estão desactivados.