Vida

Kirsten Dunst lamenta não ser reconhecida na indústria. "Talvez eu não jogue o jogo bem o suficiente", acrescenta

A atriz diz ainda que, na sua opinião, o público tem tendência a apreciar mais os filmes protagonizados por ela, anos mais tarde e dá como exemplo as obras cinematográficas, "Marie Antoinette" e "Drop Dead Georgeous?".

Kirsten Dunst começou a sua carreira no pequeno ecrã quando era muito pequena. A atriz, que hoje tem 37 anos, participou em vários filmes muito conhecidos como "Entrevista com o Vampiro", com Brad Pitt, "Jumanji" e "Homem-Aranha", onde interpreta Mary-Jane. 

Recentemente, durante a apresentação da nova série em que a atriz participa, "On Becoming a God in Central Florida", no programa SiriusXM'S, Dunst disse não sentir que as pessoas tenham reconhecido o seu trabalho ao longo dos anos e confessa não se sentir acarinhada pela indústria. 

"Nunca fui nomeada para nada. Talvez duas vezes para um Globo de Ouro quando eu era pequena e outra vez para o prémio 'Fargo'", disse Dunst. "Eu sinto-me sempre um zé-ninguém - eu não sei, talvez eles pensem que eu sou apenas a rapariga de" Tudo por Elas ".

A atriz diz ainda que, na sua opinião, o público tem tendência a apreciar mais os filmes protagonizados por ela, anos mais tarde e dá como exemplo as obras cinematográficas, "Marie Antoinette" e "Lindas de Morrer".

"Sinto que as pessoas só gostam do meu trabalho mais tarde. Nunca me senti reconhecida na minha indústria", lamenta a atriz. "Talvez eu não jogue o jogo bem o suficiente", acrescenta.