Internacional

Jovem de 16 anos estrangulou professora até à morte e escondeu corpo em cemitério

Mulher estava desaparecida há vários dias

DR  

Um jovem, de 16 anos, é o principal suspeito do homicídio de uma professora em Lancashire, Inglaterra.

Lindsay Birbeck estava desaparecida desde o passado dia 12 de agosto. O corpo acabou por ser encontrado duas semanas depois, no dia 24, num cemitério em Accrington, a cerca de 25 quilómetros de Lancashire.

As autoridades acabaram por abrir uma investigação ao caso e autópsia acabou por revelar que a professora primária, de 47 anos, foi estrangulada até à morte.

Em declarações à Sky News, a família mostrou-se chocada com o caso e garantiu que Lindsay era “muito amada”, incluindo pelos vários alunos que ensinou ao longo dos anos.

Kate Marney, diretora da escola primária de Ightenhill, onde a vítima trabalhava, revelou que esta era muito "valorizada e respeitada".

O suspeito não pode ser identificado por razões legais. Será presente ao Tribunal de Magistrados de Blackburn esta segunda-feira.

Até ao momento, as autoridades não revelaram o que estará na base do crime.