Internacional

Avião aterra de emergência depois de passageira beber vinho às escondidas e ter ataque de pânico

"Não me faça isto, vai arruinar a minha carreira" pediu a mulher ao agente da polícia que a deteve.

 

Uma mulher de 49 anos, que viajava num voo da easyJet que partiu de Málaga com destino a Southend, no domingo passado, teve um ataque de pânico a bordo e levou à aterragem de emergência da aeronave. De acordo com informação adiantada pelo The Sun, a passageira estava a beber sorrateiramente vinho por uma garrafa de Fanta enquanto se encontrava acompanhada por uma criança de 12 anos e pelo companheiro, com quem discutiu desde a partida de Espanha.

Três hospedeiras de bordo tentaram imobilizá-la, porém, começou por discutir com o marido e, de seguida, empurrou um dos membros do staff da companhia aérea até à porta do avião. 45 minutos antes do final previsto da viagem, o avião aterrou e um agente da polícia de Essex deteve a mulher enquanto esta implorava: "Não me faça isto, vai arruinar a minha carreira".

Ao Daily Mail, a polícia de Essex avançou que foi contactada "pouco depois da meia-noite porque uma passageira tinha agredido um dos membros do staff da easyJet". Detida para primeiro interrogatório, a mulher foi libertada sob fiança.