Economia

BES. Termina prazo para impugnar créditos

Depois desta fase, a comissão liquidatária do BES terá até 3 de outubro para fazer contestação das reclamações.

Termina esta segunda-feira o prazo para os credores do Banco Espírito Santo (BES) poderem impugnarem a lista de valores reconhecidos pela comissão liquidatária do banco.

No final de maio, a comissão liquidatária do banco entregou no Tribunal de Comércio de Lisboa as listas dos credores reconhecidos e não reconhecidos, tendo reconhecido créditos no valor de 5.057 milhões de euros, pertencentes a 4.955 credores. Já 21.253 credores viram as suas reclamações recusadas, não tendo por isso os respetivos créditos sido reconhecidos.

Depois desta fase, a comissão liquidatária do BES terá até 3 de outubro para fazer contestação das reclamações. No entanto, não há um período definido para o tribunal se pronunciar, podendo haver mesmo matéria para julgamento.

A recuperação dos créditos como em qualquer processo de liquidação é limitada. Está condicionado aos ativos da empresa em liquidação. Os credores comuns são os primeiros a ser ressarcidos, e depois deles os subordinados. Se o BES não tiver fundos, será o Fundo de Resolução a garantir esse montante de recuperação já definida.