Politica

António Capucho está de regresso ao PSD

Antigo vice-presidente social-democrata tinha sido expulso em 2014

António Capucho, um dos militantes mais históricos do PSD, mas que tinha sido expulso por apoiar uma candidatura autárquica independente em 2013, está de volta ao partido que ajudou a fundar em 1974.

"António Capucho, militante histórico do PSD, vai regressar ao partido que ajudou a fundar em 1974, tendo a sua nova ficha de militante dado entrada na sede do PSD", anunciou o partido, em comunicado.

Sublinhe-se que António Capucho tinha já manifestado a sua intenção de voltar a ‘militar’ no partido, em entrevista ao i, após a eleição de Rui Rio como presidente dos sociais-democratas.

No entanto, em abril do ano passado o Conselho de Jurisdição indeferiu o seu pedido para anular uma decisão anterior, e que assim permitiria que manter o número de militante anterior evitando ser necessária uma nova inscrição. Com a rejeição do seu pedido, Capucho optou por não concretizar então o reingresso nas fileiras do partido.

O PSD justificou o regresso de Capucho dizendo que “faz parte da história do PPD/PSD” e que pode “contribuir com a sua experiência política e pessoal na construção de um projeto para o futuro do país”.

O partido sublinhou ainda “o espírito crítico” dos últimos anos, mesmo estando “afastado da ação política”.