Internacional

Homem mata oito crianças no primeiro dia de regresso às aulas

Suspeito foi detido pela polícia que não divulgou motivo do ataque

Um homem armado com uma faca invadiu uma escola primária no centro da China e esfaqueou mortalmente oito crianças.

O ataque aconteceu no primeiro dia do regresso às aulas, na cidade de Enshi, província de Hubei, segundo a imprensa chinesa. Além das oito crianças que morreram, há mais duas que ficaram feridas.

O atacante, um homem de 40 anos identificado como Yu, foi detido pelas autoridades. Sabe-se que teria sido libertado, em junho passado, após cumprir pena por tentativa de homicídio, adiantou o jornal chinês Southern Weekly.

O motivo do ataque não é ainda conhecido ou pelo menos não foi divulgado pela polícia

Este tipo de ataques em escolas não são fenómeno nem novo nem raro na China, aliás em 2010 quase 20 crianças foram mortas à porta de escolas, em ataques com faca, o que levou vários estabelecimentos de ensino a reforçarem a segurança dos espaços.

Recorde-se que em junho do ano passado, um homem matou dois menores com uma faca, à porta de uma escola primária em Xangai. Pouco tempo antes, em abril, nove crianças foram mortas numa escola na província de Shaanxi, por um alegado ex-aluno da instituição.

Os ataques são, no geral, levados a cabo com facas ou explosivos artesanais, pois a posse de armas de fogo é proibida por lei. Em comum, os suspeitos têm o facto de sofrerem de problemas psicológicos ou terem um ressentimento com a sociedade.