Vida

Bárbara Bandeira reencontra pessoas que lhe fizeram bullying e emociona-se em palco

A cantora subiu ao palco nas Festas das Vindimas, em Palmela, e emocionou-se por ter reencontrado várias caras conhecidas. Em palco, a artista viu na plateia não só as pessoas que a acompanharam e apoiaram durante a sua juventude mas também pessoas que a fizeram sofrer. 

Bárbara Bandeira atuou na sua terra natal este sábado. A cantora subiu ao palco nas Festas das Vindimas, em Palmela, e emocionou-se por ter reencontrado várias caras conhecidas. Em palco, a artista viu na plateia não só as pessoas que a acompanharam e apoiaram durante a sua juventude mas também pessoas que a fizeram sofrer. 

Bandeira acabou por se emocionar e começou a chorar em palco, o que deixou a plateia confusa e sem perceber o porquê. Mais tarde, partilhou uma publicação no Instagram onde explicou que cantar na zona onde viveu "foi um misto de sentimentos". A artista diz sentir "orgulho" em si mesma e na sua carreira profissional, mas também "revolta" e "nostalgia" por todas as pessoas que reencontrou e que, em tempos, lhe fizeram mal. 

“Os meus tempos de escola não foram fáceis, e deparar-me com pessoas que me faziam bullying na minha plateia, foi algo que me fez reviver tudo aquilo que passei durante esses anos", conta na publicação. 

Durante a atuação,"o nervosismo tomava conta de mim", confessou a jovem. "Aquela voz que diz ‘tu não és capaz’, como ouvi tantas vezes. A minha voz falhava, as minhas pernas tremiam e eu só chorava", explica. 

No entanto, a artista não demorou muito tempo a tomar as rédeas e tomar conta da situação."Às vezes as coisas acontecem na nossa vida e nós achamos que é injusto, que não merecemos nada daquilo que estamos a passar. E não merecemos. Mas muitas das vezes não pensamos no que Deus tem guardado para nós depois disso. Tudo aquilo que passei fez-me o que sou hoje, a nível pessoal e profissional. Não podia ser mais grata a cada uma das pessoas que me magoou, porque acreditem que foram elas que me fizeram mais forte que nunca”, conclui. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Cantar na zona onde vivi tantos anos foi dos momentos mais inacreditáveis da minha vida. Um misto de sentimentos baseado no orgulho que tenho em mim por estar onde estou hoje. Sentimentos de revolta e nostalgia também. Os meus tempos de escola não foram fáceis, e deparar-me com pessoas que me faziam bullying na minha plateia, foi algo que me fez reviver tudo aquilo que passei durante esses anos. Enquanto revivia tudo isso, olhava para a fila da frente e percebia a sorte que tenho. Famílias que fizeram 300km para lá estar, crianças que choravam compulsivamente por me verem e pais babados com a felicidade dos filhos. Mas durante estas emoções, o nervosismo tomava conta de mim. Aquela voz que diz “tu não és capaz”, como ouvi tantas vezes. A minha voz falhava, as minhas pernas tremiam e eu só chorava. Até que me deu o “click”. Às vezes as coisas acontecem na nossa vida e nós achamos que é injusto, que não merecemos nada daquilo que estamos a passar. E não merecemos. Mas muitas das vezes não pensamos no que Deus tem guardado para nós depois disso. Tudo aquilo que passei fez-me o que sou hoje, a nível pessoal e profissional. Não podia ser mais grata a cada uma das pessoas que me magoou, porque acreditem que foram elas que me fizeram mais forte que nunca. Obrigada.⭐️

A post shared by 💛 (@barbarabandeiraa) on