Internacional

Mulher abriga 97 cães em casa durante passagem de furacão Dorian

“Tenho 97 cães dentro da minha casa e 79 dentro do meu quarto. Tem sido uma loucura desde a última noite, cocó e chichi sem parar, mas pelo menos eles respeitam a minha cama e nenhum se atreveu a saltar para lá. Barricámo-nos neste refúgio e não está ninguém lá fora, há música por toda a parte e ar condicionado”, escreveu.

Durante a passagem do furacão Dorian, nas Baamas, uma mulher decidiu arriscar a sua vida e abrir a porta da sua casa a mais de 90 cães. A tempestade violenta, que chegou a atingir a categoria máxima, devido aos ventos fortes, fez Chella Philips sentir-se na obrigação de ajudar os animais que se encontravam na rua e protegê-los. 

A diretora da organização sem fins lucrativos, "The Voiceless Dogs Of Nassau" (Os Cães Sem Voz de Nassau) partilhou várias fotografias na sua conta oficial de Facebook, onde se podem ver dezenas de cães na sua casa, a pedir ajuda e dizer que a situação se tem tornado complicada.

“Tenho 97 cães dentro da minha casa e 79 dentro do meu quarto. Tem sido uma loucura desde a última noite, cocó e chichi sem parar, mas pelo menos eles respeitam a minha cama e nenhum se atreveu a saltar para lá. Barricámo-nos neste refúgio e não está ninguém lá fora, há música por toda a parte e ar condicionado para eles”, escreveu.

Nas legendas das fotografias, a mulher afirma não estar importada com a "limpeza constante da casa" mas sim com a segurança dos animais e agradece pelo "gigante quarto de casal" que tem em casa. 

As fotografias obtiveram mais de 40 mil partilhas e muitas pessoas começaram a chamar Chella de “anjo” e a fazer doações à mulher. Apesar de já ter abrigado mais de 90 cães, a mulher lamentou não ter conseguido ajudar mais. “O meu coração está despedaçado por todos aqueles que deixei nas ruas porque não tinha mais espaço para os abrigar".