Sociedade

Mãe luta para destruir muro que matou o filho em Gondomar

Passados onze meses, esta terça-feira, o muro que vitimizou o jovem foi derrubado. "Vale a pena lutar pelos nossos filhos", declarou Ana Soares

Ana Soares lutou e conseguiu. Depois de o filho de 23 anos ter morrido num acidente contra um muro ilegal, em outubro de 2018, a mãe do jovem lutou para que a infraestrutura fosse derrubada e conseguiu. 

Passados onze meses, esta terça-feira, o muro que vitimizou o jovem foi derrubado. "Vale a pena lutar pelos nossos filhos", declarou Ana Soares, citando a CMTV. 

Depois do acidente de Miguel, as autoridades iniciaram uma investigação à via e acabaram por concluir que existiam vária s ilegalidades, como o muro. Depois de tentar entrar em contacto com várias organizações, a mãe de Miguel conseguiu que a Infraestruturas de Portugal ordenasse a demolição do muro sem licenciamento.

Ana Soares sublinha que tudo o que fez foi pelo bem da comunidade e não por vingança. "Não quero que mais nenhuma família passe o que estou a passar", assegura.