Sociedade

Empresário José Manuel Costa morto devido a motivos passionais

Crime aconteceu a 12 de agosto

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção do suspeito do homicídio do empresário José Manuel Costa, assassinado no passado dia 12 de agosto. Segundo a PJ, o alegado autor do crime, um jovem de 24 anos, terá morto o empresário devido a motivos passionais.

Em comunicado enviado às redações, a PJ diz que o jovem foi detido "por fortes indícios da prática de um crime de homicídio qualificado, na forma consumada". O suspeito manteria uma relação com o empresário e ter-se-á ausentado do país após a morte do mesmo. As autoridades detiveram-no nos últimos dias.

O detido foi esta terça-feira ouvido por um juiz de instrução, ficou em prisão preventiva e aguarda o desenrolar o processo no Estabelecimento Prisional de Lisboa.

Recorde-se que este crime aconteceu no dia 12 de agosto de 2019, na casa da vítima, em Sintra. José Manuel Costa foi encontrado no dia seguinte, sem vida.

Na mesma nota da PJ pode ler-se: "Segundo o apurado pela investigação, o detido era conhecido da vítima e, após uma altercação entre ambos, desferiu-lhe vários golpes de arma branca em zonas corporais vitais, as quais lhe vieram a provocar a morte."