Politica

Vigília à porta do Constitucional contra o pagamento das pensões vitalícias

Iniciativa foi marcada por André Ventura.

O presidente do partido Chega, André Ventura, marcou uma vigília para o próximo dia 5 de setembro, amanhã, no Tribunal Constitucional, em Lisboa, para protestar contra a atribuição de pensões vitalícias “a políticos condenados por crimes públicos”.

Segundo André Ventura o objetivo da iniciativa é o de pedir ao Tribunal Constitucional que suspenda “imediatamente o pagamento das subvenções vitalícias a políticos condenados pela prática de crimes contra o Estado, como  o Dr. Armando Vara e o Dr. Duarte Lima”.

O Chega quer ainda ser recebido pelo presidente do Tribunal Constitucional, Costa Andrade, na sequência da vigília, conforme explicou ao i André Ventura.

Para o presidente deste partido é preciso “expor aquela que é uma situação que envergonha Portugal perante toda a Europa: aos políticos condenados são lhes retirados os títulos honoríficos mas não as subvenções vitalícias”.

Em causa está o pagamento de subvenções vitalícias a antigos políticos, dois deles reclusos, numa lista que foi divulgada na passada segunda-feira.