Desporto

"Jorge Jesus? No início, a gente pensa: 'Caramba... é chato"

Revelações sobre a exigência do treinador português

Rodrigo Caio, defesa do Flamengo, falou esta quarta-feira sobre os primeiros dias de trabalho com Jorge Jesus. Em declarações ao GloboEsporte, o futebolista garante que o treinador português é muito exigente, algo que encara como positivo.

"No início, a gente pensa: 'Caramba, mas é demais. É chato nisso, chato naquilo…'. Mas é para o nosso bem. Nós encaramos de forma positiva, vemos que são coisas importantes e que levamos para o campo. Ele querer o nosso limite de concentração, ter essa exigência tática para chegamos aos jogos com confiança para fazermos tudo", começou por dizer.

"Em todas as profissões, os seres humanos precisam de cobrança, de ir ao extremo da sua capacidade, do que és capaz de fazer. Eu vejo isso nele", acrescentou, revelando que o técnico exige que os jogadores corram, pelo menos, dez quilómetros por dia.

"Ele cobra bastante, principalmente dos médios e dos alas, para que passem dos dez quilómetros. É claro que os defesas não conseguem atingir isso, mas é uma cobrança diária dele, de que o atleta de alto nível precisa de correr pelo menos esses dez quilómetros", revelou.