Internacional

Lava Jato. Tribunal recusa usar mensagens de Moro

Lula ainda pode recorrer. 

Um tribunal de segunda instância recusou o pedido da defesa do ex-Presidente Lula da Silva, para incluir no seu processo as mensagens do ex-juiz da Lava Jato e ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Segundo a defesa, as mensagens provam irregularidades na investigação, mas foram recusadas por serem obtidas ilegalmente por um hacker. Lula ainda pode recorrer. 

Recorde-se que Lula foi acusado de crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro em contratos estabelecidos entre a Petrobras e a construtora civil Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato.