Vida

Brad Pitt passou ano e meio nos Alcoólicos Anónimos depois de se divorciar de Angelina Jolie

Ator confessa luta contra vício do álcool

Foi há três anos que Brad Pitt e Angelina Jolie anunciaram o divórcio, depois de mais de dez anos de casados. Agora, o ator norte-americano confessou que depois da separação passou um ano e meio nos Alcoólicos Anónimos.

“Estava a lidar com muitas assuntos de família. Vamos dizer assim. O facto é que todos carregamos dor, tristeza e perda. Passamos a maior parte do tempo a esconder isso, mas está lá, está em nós. Então, abrimo-nos”, começou por contar Brad Pitt em declarações ao The New York Times.

O casal, que era um dos mais queridos do público, deixou os fãs em choque com a separação. Na altura, o divórcio levou a que fossem feitas dezenas de especulações sobre os motivos que teriam levado ao fim do casamento dos atores, uma delas referia que o casal se havia separado depois de uma discussão, num avião privado, devido aos problemas de alcoolismo do ator.

Brad Pitt não confirmou que foi esse o principal motivo da separação, mas adiantou que foi depois disso que entrou nos Alcoólicos Anónimos.

“Tinha levado as coisas longe demais”, confessou, explicando depois a importância das sessões de reabilitação.

“Tinha todos aqueles homens sentados, a serem abertos e honestos de uma forma que nunca tinha ouvido em lado nenhum. Era um lugar seguro onde não havia julgamentos uns dos outros. E, portanto, não havia julgamentos contra nós próprios”, recordou.

Brad Pitt elogia ainda o facto de nenhum dos elementos do grupo ter vendido a sua história à imprensa,

 “Foi realmente muito libertador apenas expor os meus piores lados. Há um grande valor nisso”, disse, referindo ainda que aprendeu muito sobre confiança.

Recorde-se que Angelina Jolie e Brad Pitt anunciaram a separação em 2016. Os atores têm seis filhos em comum.