Sociedade

Paim terá viajado para os Açores com cocaína e heroína coladas ao corpo para vender junto a escolas

Antiga promessa do futebol português terá sido correio de droga

Fábio Paim, que no início do passado mês de agosto ficou em prisão preventiva por tráfico de droga, terá viajado várias vezes com cocaína e heroína coladas ao corpo, recebendo mais de três mil euros em três deslocações aos Açores, avança o Correio da Manhã.

De acordo com o mesmo jornal, a antiga promessa do Sporting e do futebol português seguia as ordens de um traficante que também foi detido e se encontra em prisão preventiva.

Escreve o Correio da Manhã que a droga transportada por Paim seria para vender junto a escolas. Além dos mil euros por cada transporte, o atacante tinha a viagem e o alojamento pagos.

Segundo o processo da PSP de Cascais, citado pela mesma publicação, Paim foi apanhado em escutas telefónicas a combinar a transação de uma quantidade indeterminada de droga.

A detenção do ex-futebolista em agosto terá ocorrido no âmbito de outro processo. Na altura foi intercetado pela PSP, no Estoril, com uma quantidade indeterminada de estupefacientes.

O antigo internacional jovem por Portugal, hoje com 31 anos, já estava há algum tempo a ser seguido por suspeitas de tráfico de droga.