Sociedade

Cabrita marca presença no funeral do piloto que morreu na queda de helicóptero em Valongo

No momento do enterro deverão soar as sirenes dos bombeiros de todo o país.

Centenas de pessoas quiseram estar presentes, entre elas o ministro da Administração Interna, nas cerimónias fúnebres de Noel Ferreira, piloto da Força Aérea e Comandante dos Bombeiros de Cete, que morreu na queda de um helicóptero de combate a incêndios, na quinta-feira à tarde, em Valongo.

A missa do funeral, que além de Eduardo Cabrita contou também com a presença de várias entidades da Proteção Civil, Bombeiros e Força Aérea, começou cerca das 10h15 horas no salão nobre do quartel dos Bombeiros Voluntários de Cete, Paredes, segundo o Jornal de Notícias.

O corpo Noel Ferreira será depois transportado para o cemitério local. No momento do enterro deverão soar as sirenes dos bombeiros de todo o país, de acordo com a Liga dos Bombeiros.