Sociedade

Suspeito de homicídio de freira detido de madrugada

Mulher foi encontrada na cama do ex-recluso

Um homem, que saiu da prisão há três meses após ter cumprido pena por violação, foi detido esta madrugada pela Polícia Judiciária, sob suspeita de ter matado uma freira em São João da Madeira, este domingo.

Antónia Guerra de Pinho, 61 anos, foi encontrada morta na cama do ex-recluso, sendo que o carro da freira estava estacionado à porta de casa do suspeito, segundo o Jornal de Notícias.

As autoridades aguardam pela realização da autópsia, cujos resultados revelarão se houve relação sexual ou violação.

A freira, conhecida por Tona, vivia com a mãe a dez minutos de Alfredo, o homem suspeito do seu homicídio. A mulher terá saído de casa para ir à missa, pelas 8 horas, mas ninguém a terá visto na igreja onde se sentava sempre no mesmo local.

A mãe de Tona é que deu o alerta para o seu desaparecimento, e já tinha telefonado a hospitais e Polícia.