Sociedade

Detido suspeito de atear incêndio na Mealhada

A investigação que levou à detenção do homem, de 32 anos, começou ainda quase o incêndio decorria

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve um suspeito de atear o fogo que deflagrou no concelho da Mealhada no sábado passado. A investigação que, segundo a PJ, teve início logo após o começo do incêndio, resultou na “recolha de fortes indícios que conduziram à detenção fora de flagrante delito do presumível autor de um desses fogos", lê-se no comunicado.

O suspeito vai ser presente, esta segunda-feira,  às autoridades e, consequentemente, vai ser realizado o primeiro interrogatório judicial e respetivas medidas de coação.

O Departamento de Investigação Criminal de Aveiro revela que o detido não demonstrou qualquer “motivação racional que o tenha levado a praticar os factos em investigação”.

A mesma fonte acrescenta ainda que o homem demonstra, de forma clara, fascínio pela atividade dos bombeiros no combate aos incêndios.

O incêndio, que começou por volta das 8h30 em Vacariça chegou, numa fase mais crítica, a ser combatido por 300 operacionais e obrigou à mobilização de 91 viaturas, não tendo, no entanto, apresentado risco para as habitações.