Internacional

Hong Kong. Autoridades voltam a usar canhões de água e gás lacrimogéneo para controlar população

A polícia de Hong Kong voltou a usar canhões de água e gás lacrimogéneo para dispersar milhares de ativistas pró-democracia. Alguns dos manifestantes retaliaram com tijolos e cocktails molotov.

Alguns terão ateado fogo a uma bandeira da República Popular da China, segundo reportou a agência Reuters. Outros levaram bandeiras norte-americanas.