Sociedade

Toxicodependente é detida depois de raptar filho

A criança de um ano foi encontrada, com a mãe, no hospital Pediátrico D. Estefânia.

Uma mulher foi detida durante a madrugada de quarta-feira no hospital D. Estefânia, em Lisboa, depois de ter raptado o filho, que se encontrava numa instituição em Setúbal devido a uma decisão judicial. A PSP de Almada recebeu a denúncia de que a criança tinha sido levada por volta das 18h de terça-feira e, segundo o comunicado liberado pela PSP, a mulher começou a ser procurada de imediato nos transportes públicos entre Lisboa e Almada e “em todos os locais frequentados por ela”.

A mulher não tem casa, é toxicodependente e apresenta problemas psicológicos, segundo a PSP, representado assim um grande perigo para a criança, que tem um ano. A mulher foi encontrada por volta das 4h00, em Lisboa, e, embora não corra perigo de vida, a criança ficou internada no hospital pediátrico, apresentando um ferimento ligeiro na cara.

O comunicado revela ainda que a mulher vai ser presente ao Ministério Público do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, Unidade Central de Almada.