Internacional

Homem acusado de usar drone para lançar explosivos na casa da ex-namorada

O homem foi acusado de violência doméstica em 2017.


Um homem norte-americano foi detido pelo FBI, depois de, alegadamente, ter utilizado um drone para lançar bombas na casa da ex-namorada. O caso insólito ocorreu em Washington Township, no estado da Pensilvânia, nos EUA,

Jason Muzzicato terá utilizado o drone desde março para lançar os explosivos. Vários testemunhos de vizinhos da ex-namorada do homem de 44 anos afirmam que ouviam barulhos estranhos de vez em quando, que pareciam explosões "que vinham do ar". A polícia chegou a receber oito queixas por parte da vizinhança, sobre o barulho dos explosivos. 

O homem foi detido em junho, depois de uma busca à sua casa, onde as autoridades encontraram 10 armas para as quais Muzzicato não tinha autorização, visto ter sido acusado de violência doméstica em 2017.

Apenas em setembro é que a acusação sobre o lançamento de explosivos recaiu sobre o homem. Além desta acusação, Muzzicato é também acusado de posse ilegal de arma e de pilotar o drone sem permissão, pois este não estava registado no departamento federal da aviação dos EUA.

O homem declara-se inocente mas ficará sob custódia até ao julgamento, que será no dia 23 de setembro, onde pode vir a ser condenado a mais de 30 anos de prisão, O procurador dos EUA William McSwain afirma: “Não é preciso muita imaginação para perceber o enorme mal que pode ser feito ao combinar armas ilegais, explosivos, e drones”.